O que Procurar ao Escolher uma Camisa?

Diz-se que para uma camisa caber em você tem que ser como uma segunda pele, mas todos nós já vimos em alguma ocasião, em um evento, ou em qualquer outra situação, aquele homem que veste uma camisa tão apertada que nos dá a impressão de que em qualquer movimento ele vai quebrar ou, ao contrário, aquele que é tão grande que parece que ele herdou de um parente. E o que dizer daqueles homens de barriga saliente que soltam um botão estilo Torrente. Enfim, todos desgrenhados por causa da blusa dela.

Embora possa parecer simples escolher bem esta peça de roupa, não é tão simples como pode parecer e por vezes é-nos difícil encontrar aquela que nos serve impecavelmente. Quando planejamos adquirir um, a primeira coisa que devemos considerar é se queremos medir, feito à mão ou se queremos um já feito.

Caso optemos pelo sob medida, não teremos muitos problemas deixando-nos aconselhar pelo alfaiate ou costureiro que vai confeccioná-lo para nós. No entanto, as coisas mudam se o que preferimos é ir comprar uma dessas camisas Ready-To-Wear.

Veja também as melhores camisa de time para você aproveitar, preços imperdíveis. Aproveite.

Tipos de fit.

A primeira coisa que devemos levar em conta é nossa fisionomia; No caso das sob medida, ao ajustá-las à nossa figura, não haverá problemas, mas eles surgem nas  camisas de Pronto-a-vestir  que daremos maior ênfase neste post. fora, nossa figura será a que decidirá qual marca ou corte da camisa é o mais aconselhável, ou seja, se formos magras, escolheremos uma justa ( slim fit ) já que elas se ajustam muito bem ao corpo, enquanto se temos uns quilinhos a mais devemos optar pelo corte regular ou personalizado que, devido ao seu corte, os torna mais largos e por último o corte clássico que é o mais formal.

Assumindo que todos os homens têm um ombro ligeiramente mais alto que o outro, ao provarmos a camisa devemos ter em conta que a costura que une a manga com o ombro não fica abaixo dela, nem tão acima dela que se tentarmos nos abraçar a camisa não é costurada.

Além disso, deve permitir-nos que, se apertarmos o último botão (o do pescoço), um dedo se encaixe entre o pescoço e a roupa. Lembre-se quando você colocar uma gravata, que o que sufoca é o último botão da camisa, não o nó.

Também é essencial observar o comprimento  da blusa, pois deve permitir que nos agachemos sem que ela saia da calça; Na verdade, se você olhar de perto, eles geralmente são mais longos na parte de trás do que na frente.

Confira também – 5 coisas que todo homem precisa considerar ao comprar uma camisa

O SEGREDO ESTÁ NAS GOLAS E PUNHOS.

Tudo o que foi mencionado acima é saber escolher uma camisa que se adapte ao nosso corpo, mas para que fique impecável teremos que olhar, talvez, as duas partes mais importantes desta peça que não são: as golas e os punhos.

Vamos escolher os pescoços olhando para o nosso rosto. Normalmente, os homens de rosto redondo optam por uma gola inglesa (gola turdown), que se caracteriza por ter um corte tradicional. É usado principalmente para camisas sociais, para uso formal e que possuem suas pontas alongadas.

E o mais aconselhável para pessoas de rosto comprido é a gola italiana (colar cutaway), com pontas mais curtas que as da gola inglesa e com mais separação entre elas. Hoje é o colar mais elegante. No mercado você encontrará diferentes variedades: há a gola de recorte extremo, onde as pontas ficam mais voltadas para os ombros do que para o peito, o que recomendo para roupas casuais, não para uma camisa formal.

Por outro lado, se falarmos de  camisas casuais ,  encontraremos a gola americana (soft roll gola), que é aquela que possui dois botões para prender as pontas. Foi inventado pelos irmãos Brooks e hoje  seu uso com gravata está virando tendência . Há também outra gola americana mais formal que usa glitter e destaca o nó da gravata.

Outra opção que devemos ter é a gola mao que é usada para camisas casuais e principalmente em camisas de verão. Por fim, não podemos esquecer o colar de ópera (colar de asa) que discutimos no post do smoking.

A escolha dos  punhos da camisa  é outra parte importante na hora de escolher um ou outro. Se você for usá-la para um evento formal, deve optar por um punho duplo ou francês, enquanto para uma blusa informal, escolha um punho único. Se você usar o punho único para um evento formal, use capas de botão com ele. Por fim, o manguito de três botões que costuma ser usado pelos ingleses.

Um detalhe que você não deve esquecer é que as marcas para uma melhor adaptação fazem as camisas com punhos simples com dois botões paralelos; Se seu pulso for pequeno, um dos botões é coberto pelo tecido, mas se você tiver um pulso largo, o segundo botão ficará visível, então é melhor retirá-lo.

Os tecidos marcam o momento e a estação.

Uma vez escolhido o corte da roupa que melhor se adapta ao nosso corpo, devemos escolher o tecido mais adequado ao uso que lhe vamos dar.

Portanto, se decidirmos por uma camisa formal para usar com um terno, o tecido mais adequado será algodão, popeline, pontiagudo e sarja, enquanto se for uma camisa de uso casual, é melhor usar Oxford, Villela e flanela. .

Quanto à estação em que nos encontramos, em geral, o Oxford e o Villela, costumam ser usados ​​em épocas frias pois o seu fio é mais grosso, enquanto os de seda e linho costumam ser deixados para as épocas de verão. Mas deixe-me dizer-lhe que existem camisas com uma mistura de tecidos diferentes (60% algodão e 40% poliéster, por exemplo) que, embora não sejam tão puras como as outras, não amassam e facilitam o engomar. Recomendamos este último especialmente para momentos de viagem.

Poderíamos estender muito mais e falar sobre o comprimento da manga, a canga, os ossos de baleia, carcelas, dardos, etc. mas deixamos isso para outro post.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Faça o primeiro comentário a "O que Procurar ao Escolher uma Camisa?"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*