Como escolher um bom advogado?

Se existem mais de 250.000 advogados na Espanha, podemos imaginar como é difícil encontrar o advogado perfeito para cada caso específico. Quero dizer, um bom advogado para nós.

Não se trata apenas de escolher o advogado df com melhor reputação ou aquele que pertence ao escritório de advocacia mais prestigiado, mas também encontrar aquele que melhor se adapte às nossas necessidades.

Análise da situação para escolher um bom advogado

Para isso, é fundamental fazer uma análise preliminar da nossa situação:

  1. Por que precisamos de um advogado? Vamos estudar cuidadosamente o problema, dúvida ou situação que nos levou a precisar de um bom advogado . É um caso que diz respeito ao direito civil, direito penal, direito comercial?
  2. Uma vez que tenhamos clareza sobre o panorama que nos é apresentado, devemos procurar um advogado especialista no assunto. Como já sabemos, um bom advogado especializado em direito civil não será um bom advogado para nós se a matéria em que trabalhamos corresponder ao direito comercial. Então, vamos procurar escritórios de advocacia com especialistas no assunto que nos preocupa.
  3. reputação de um advogado é outro aspecto fundamental. Saber porque um advogado é considerado um bom advogado por outros usuários, seus próprios colegas de profissão ou mesmo a Ordem dos Advogados é garantia de sucesso em muitas ocasiões.
  4. No entanto, tão importante quanto a boa reputação de um advogado é a forma como ele trata seus clientes. Como em muitos outros aspectos da vida, as pessoas gostam de ser tratadas como tal e não como meros números em uma lista. Embora um advogado lide com muitos casos, o nosso deve ser único e, portanto, merece atenção e dedicação que corresponda às nossas expectativas para a duração do nosso relacionamento. Caso contrário, a confiança entre o cliente e o advogado provavelmente será prejudicada. E com ela os resultados obtidos.
  5. Por último , e ainda fundamentalmente, um bom advogado , ou um bom escritório de advocacia, será aquele que prestar muita atenção à relação qualidade do serviço/preçoCertamente eles não levantaram a seguinte suposição; quando os resultados esperados são obtidos, o trabalho do advogado costuma ser subvalorizado. Sempre encontramos outros motivos além do bom trabalho de um advogado para justificar o resultado positivo (foi um caso fácil, tínhamos tudo a nosso favor etc. ) pagou caro por esse serviço.

Analisando esta situação, devemos perceber que será  justamente aquele bom advogado , em quem investimos nosso dinheiro, aquele que levou nosso caso a bom termo, de forma tão profissional que mal percebemos até obtermos o resultado desejado. .

Uma vez analisados ​​todos esses pontos, você concordará conosco que a escolha de um bom advogado é possível, mas não deve ser feita de forma leviana, pois o resultado final dependerá dessa escolha conforme o esperado.

Faça o primeiro comentário a "Como escolher um bom advogado?"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*