Como declarar empréstimo no IR: Passo a Passo

como declarar emprestimo no ir

Fazer corretamente a declaração de Imposto de Renda é importante para não sofrer sanções da Receita Federal e nem ser pego pelo leão. Dessa forma, assim como outros custos anuais, é necessário saber como declarar empréstimo no IR, já que ele também é um gasto que influencia a vida financeira dos brasileiros.

Para a Receita Federal, cada modalidade financeira tem as suas próprias regras e valores estipulados que determinam se elas devem ou não ser declaradas no imposto de renda. Por isso, é importante saber qual gasto, empréstimo e despesa devem constar no documento final.

Além de não perder o período da declaração, você precisa saber todas as contas que devem ser informadas à Receita Federal e ao imposto de renda declarar empréstimo e outras dívidas.

Veja aqui o passo a passo de como você deve declarar empréstimo no imposto de renda e a partir de qual valor.

Quando é necessário declarar empréstimo no Imposto de Renda?

Primeiramente, a declaração do Imposto de Renda deve ser feita pelas pessoas que receberam rendimentos superiores a 28.559,70 em 2021. Nestas informações para a Receita Federal devem constar, recebimento, dívidas, empréstimos e outras despesas.

O empréstimo pode ser contratado por diversos motivos, dentre eles, fechamento das contas mensais, aquisição de um novo bem, viagens ou investimentos.

Independente do motivo do empréstimo, se o valor do empréstimo for superior a R$5.000,00 ele deve ser declarado no Imposto de Renda.

Isso vale para toda transação de empréstimo contratado ou quitado no ano anterior com valor maior que cinco mil reais, seja empréstimo consignado, empréstimo pessoal, cheque especial, dívida de cartão de crédito ou empréstimo realizado entre pessoas físicas.

Você verá no guia abaixo como declarar empréstimo no IR é simples e rápido.

Imposto de renda declarar empréstimo não é tão complicado quanto parece. Você só precisa ter os comprovantes das transações financeiras e ter atenção ao preencher os dados solicitados no site ou programa oficiais.

Como declarar empréstimo no IR: Passo a Passo

A declaração do Imposto de Renda é feita na Receita Federal e aqui vamos te ensinar como declarar empréstimo no IR. 

Veja agora o passo a passo para você declarar empréstimo no imposto de renda.

Você pode fazer a declaração online ou através de um programa disponibilizado pela Receita Federal no site oficial.

Para realizar a declaração através do programa da Receita Federal, você vai precisar acessar o site oficial da Receita Federal e baixar o programa do Imposto de Renda na seção ‘Meu Imposto de Renda’.

Depois, abra o programa e localize a área ‘Dívidas e Ônus Reais’ e o campo ‘Novo’ para imposto de renda declarar empréstimo.

Na aba ‘Código’ será preciso informar o tipo de empréstimo contratado, por exemplo, cheque especial, empréstimo pessoal ou consignado.

O campo ‘Discriminação’ é destinado ao detalhamento do documento e ajuda a entender melhor como declarar empréstimo no IR.

Informe o valor do seu saldo devedor e os dados do credor, que pode ser pessoa física ou jurídica, portanto, será preciso inserir nome e CPF ou CNPJ.

Lembre-se que é necessário declarar separadamente cada empréstimo feito e suas informações. 

Do mesmo modo, não se esqueça de informar à Receita Federal os pagamentos antecipados que foram realizados nos empréstimos contratados. Seguindo esses passos simples, fica mais fácil saber como declarar empréstimo no IR.

O que acontece se a pessoa não declarar empréstimo no Imposto de Renda?

Uma pessoa acaba deixando de fazer imposto de renda declarar empréstimo, despesas, recebimentos e pagamento por diversas razões.

Contudo, deixar de fazer a declaração anual do Imposto de Renda gera custos e outras sanções desse órgão público, como:

– multas

– não recebimento da restituição

– impedimento para tirar ou renovar passaporte

– impedimento de assumir cargos públicos

– impedimento para realizar empréstimo, financiamento e abrir conta em banco

– ser denunciado por crime de sonegação fiscal

Por isso, é importante não cair na malha fina e preencher corretamente todos os campos disponíveis na Declaração do Imposto de Renda referentes ao ano anterior, para evitar dor de cabeça e problemas com seu CPF.

Organize seu IR e não caia na malha fina

Se você perdeu o prazo para declarar empréstimo no imposto de renda ou deixou de enviar algum comprovante, você estará na malha fina.

Por isso, é essencial sempre guardar recibos e comprovantes de todas as transações financeiras que realizar ao longo do ano, para garantir que essas despesas estarão na declaração anual.

Se mesmo preenchendo corretamente a declaração, você ainda caiu na malha fina, não se preocupe!

Você pode realizar uma retificação no mesmo programa disponível no site da Receita Federal para informar os documentos que faltaram e declarar empréstimo no imposto de renda ou outros gastos.Organize as suas contas e não deixe para fazer a declaração na última hora. Se você está precisando acertar as contas do mês, veja aqui as melhores opções de empréstimo do mercado e organize já as suas contas.

Faça o primeiro comentário a "Como declarar empréstimo no IR: Passo a Passo"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*